A Screener TV liberou uma entrevista recente feita com a Phoebe. Confira:

Um pouco mudou desde a terceira temporada de “The Originals”. Com um salto de cinco anos, Hope (Summer Fontana) não é mais um bebê e Hayley (Phoebe Tonkin) fez tudo o que estava ao seu alcance para ressuscitar os Mikaelsons e reunir sua filha com seu pai Klaus. E, no entanto, quanto mais as coisas mudam, mais permanecem as mesmas.

Até agora, a história da Hayley na quarta temporada girou pesadamente em torno de trazer os Mikaelson’s de volta. Cinco anos é um longo tempo para se passar sozinho. O que mudou nela durante esse tempo?

P: Quero dizer, acho que agora – como sempre foi, mas provavelmente agora mais ainda porque sua filha é mais velha – sua prioridade é apenas proteger e manter a salvo sua filha. E, esperançosamente dar a sua filha um pouco de educação normal. Esperançosamente.

 

Isso parece tão impossível nesse mundo em que vivem.

P: Sim, parece!

 

Iremos ter algum tipo de ponto de vista da Hayley sobre como foram esses cincos anos para ela? Especialmente quando você considera como um tempo fundamental é para a idade de uma criança…

P: Sim, com certeza. E acho que a Hope tem diversas perguntas sobre de onde sua família é, sua linhagem, seu pai. Acho que como ela cresceu, torna-se mais urgente trazer sua família de volta, porque ela tem tantas perguntas sobre o que aconteceu. Hayley passou cinco anos procurando pelos Mikaelson’s implacavelmente. – Eu não acho que havia muito espaço para qualquer outra coisa além disso. Ela estava apenas super motivada em achar essa cura, e ser capaz de acordas todos eles, e trazer o pai de Hope de volta. É importante para ela que Hope não cresça sem um pai.

 

Hayley tem relacionamentos muito diferentes com Klaus e Elijah. Agora que avançamos no tempo, como essas dinâmicas mudaram? Porque você olha para um personagem como Klaus, e ele está vivendo em tortura há cinco anos…

P: Sabe, eu com certeza acho que agora que Hope está mais velha, todos estão focados em protege-la – especialmente Klaus. Qualquer coisa que se aproxima de alguma forma a prejudicar a Hope… Eles são apenas todos muito protetores dela. Eu também acho que Hayley quer que Hope sinta como se tivesse algum tipo de dinâmica familiar normal. Então eu acho que Hayley vai ter que deixar de lado alguns de seus ressentimentos, ou questões que ela teve no passado com Klaus, para certificar-se de que ela (Hope) sinta que seu pai e sua mãe estejam em algum tipo de ambiente de co-parentagem funcional. 

 

Klaus retorna a vida de Hope – Isso muda o relacionamento de Hayley com a filha, já que foram apenas eles por tanto tempo? 

P: Com certeza. Ela definitivamente tentou deixar Klaus vivo em conversa, e eu acho que Hope o tem em um pedestal por conta de quanto Hayley tentou manter seu pai na conversa nos últimos cinco anos. 

 

Finalmente, quero falar sobre o vilão dessa temporada – que nós amorosamente chamamos a “bola de luz azul grande, irritada” em torno do escritório.

P: Oh nós teremos um nome em breve, não se preocupe! Um nome que você não esquecerá. 

 

Nós não sabemos muito sobre esse vilão em particular, além de ter como alvo crianças – o que é uma má notícia para Hope. O que você pode nos dizer sobre isso?

P: Eu acho que essa é a mais perigosa ameaça que colocou qualquer tipo de perigo para essa família. É a primeira vez que eles não entendem necessariamente o que querem, ou porque ele quer o que quer. É uma entidade muito poderosa de violência e dor. Eu acho, como você disse, é direcionado a crianças. – o que incluiu Hope – então todos esses personagens têm que se unir, mesmo com suas próprias dinâmicas complicadas, e trabalhar juntos para combater esta entidade que potencialmente vai prejudicar a quem eles amam. É Horrível. Esta coisa é muito antiga e é algo que vem ganhando força. Uma ameaça muito séria e perigosa.

 

Fonte | Sreener TV.
Tradução e Adaptação | Updates Tonkin – NÃO REPRODUZA SEM OS CRÉDITOS.

 

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários