A Screener TV liberou uma entrevista recente feita com a Phoebe. Confira:

Um pouco mudou desde a terceira temporada de “The Originals”. Com um salto de cinco anos, Hope (Summer Fontana) não é mais um bebê e Hayley (Phoebe Tonkin) fez tudo o que estava ao seu alcance para ressuscitar os Mikaelsons e reunir sua filha com seu pai Klaus. E, no entanto, quanto mais as coisas mudam, mais permanecem as mesmas.

Até agora, a história da Hayley na quarta temporada girou pesadamente em torno de trazer os Mikaelson’s de volta. Cinco anos é um longo tempo para se passar sozinho. O que mudou nela durante esse tempo?

P: Quero dizer, acho que agora – como sempre foi, mas provavelmente agora mais ainda porque sua filha é mais velha – sua prioridade é apenas proteger e manter a salvo sua filha. E, esperançosamente dar a sua filha um pouco de educação normal. Esperançosamente.

 

Isso parece tão impossível nesse mundo em que vivem.

P: Sim, parece!

 

Iremos ter algum tipo de ponto de vista da Hayley sobre como foram esses cincos anos para ela? Especialmente quando você considera como um tempo fundamental é para a idade de uma criança…

P: Sim, com certeza. E acho que a Hope tem diversas perguntas sobre de onde sua família é, sua linhagem, seu pai. Acho que como ela cresceu, torna-se mais urgente trazer sua família de volta, porque ela tem tantas perguntas sobre o que aconteceu. Hayley passou cinco anos procurando pelos Mikaelson’s implacavelmente. – Eu não acho que havia muito espaço para qualquer outra coisa além disso. Ela estava apenas super motivada em achar essa cura, e ser capaz de acordas todos eles, e trazer o pai de Hope de volta. É importante para ela que Hope não cresça sem um pai.

 

Hayley tem relacionamentos muito diferentes com Klaus e Elijah. Agora que avançamos no tempo, como essas dinâmicas mudaram? Porque você olha para um personagem como Klaus, e ele está vivendo em tortura há cinco anos…

P: Sabe, eu com certeza acho que agora que Hope está mais velha, todos estão focados em protege-la – especialmente Klaus. Qualquer coisa que se aproxima de alguma forma a prejudicar a Hope… Eles são apenas todos muito protetores dela. Eu também acho que Hayley quer que Hope sinta como se tivesse algum tipo de dinâmica familiar normal. Então eu acho que Hayley vai ter que deixar de lado alguns de seus ressentimentos, ou questões que ela teve no passado com Klaus, para certificar-se de que ela (Hope) sinta que seu pai e sua mãe estejam em algum tipo de ambiente de co-parentagem funcional. 

 

Klaus retorna a vida de Hope – Isso muda o relacionamento de Hayley com a filha, já que foram apenas eles por tanto tempo? 

P: Com certeza. Ela definitivamente tentou deixar Klaus vivo em conversa, e eu acho que Hope o tem em um pedestal por conta de quanto Hayley tentou manter seu pai na conversa nos últimos cinco anos. 

 

Finalmente, quero falar sobre o vilão dessa temporada – que nós amorosamente chamamos a “bola de luz azul grande, irritada” em torno do escritório.

P: Oh nós teremos um nome em breve, não se preocupe! Um nome que você não esquecerá. 

 

Nós não sabemos muito sobre esse vilão em particular, além de ter como alvo crianças – o que é uma má notícia para Hope. O que você pode nos dizer sobre isso?

P: Eu acho que essa é a mais perigosa ameaça que colocou qualquer tipo de perigo para essa família. É a primeira vez que eles não entendem necessariamente o que querem, ou porque ele quer o que quer. É uma entidade muito poderosa de violência e dor. Eu acho, como você disse, é direcionado a crianças. – o que incluiu Hope – então todos esses personagens têm que se unir, mesmo com suas próprias dinâmicas complicadas, e trabalhar juntos para combater esta entidade que potencialmente vai prejudicar a quem eles amam. É Horrível. Esta coisa é muito antiga e é algo que vem ganhando força. Uma ameaça muito séria e perigosa.

 

Fonte | Sreener TV.
Tradução e Adaptação | Updates Tonkin – NÃO REPRODUZA SEM OS CRÉDITOS.

 

Essa sexta-feira (24) foi ao ar o segundo episódio da quarta temporada de The Orignals, intitulado “No Quarter”.

Realizamos uma cobertura ao vivo do episódio em nosso Twitter, mas para aqueles que ficaram confusos em algum momento – ou pra quem não liga de receber spoiler -, decidimos fazer um resumão do episódio. Confira:

GALERA MUITO SPOILER A SEGUIR EM.

O episódio começa com Rebekah, Elijah, Hayley, Kol e Freya numa floresta discutindo sobre como irão salvar Klaus, então decidem se separar para e achar uma forma de fazer isso. Então o episódio direciona para Maxine e Vincent, ambos estão tentando achar uma forma de salvar Adam, filho de Maxine. Durante a conversa, Maxine da algo para Vincent ficar protegido encontra procura Adam. Em outra cena, Josh está com Eddie (seu possível futuro namoradinho), quando Elijah e Rebekah o interrompem e pedem ajuda de Josh para achar Klaus (pobre inocentes). Agora em Klaus, ele está alucinando com Camille quando diz que sente a falta dela (choremos), eles têm uma longa conversa e a todo momento ela tenta encoraja-lo a não desistir de lutar e sobreviver. Numa outra cena, Kol, Freya e Hayley estão numa espécie de “balcão” para Freya realizar uma feitiço de localização para encontra o rei todo poderoso aka Klaus. Freya acha Klaus e avisa Rebekah e Elijah. Rebekah diz para Elijah ir ajudá-los a resgatar Klaus enquanto ela lida com Marcel (eita!). Rebekah e Marcel se encontram no cemitério e ela tenta convencê-lo a libertar Klaus, mas Marcel nega e eles começam a discutir. De volta ao Klaus, Camille continua tentando motivar Klaus a sobreviver não só por ele mas pela Hope, “Não acha que Hope merece o pai dela”? Camille para Klaus (dale camille). De volta pra Rebekinha e Marcel, os dois continuam jogando verdades um na cara do outro e então uma mulher atira em Rebekah, Marcel pede que a mulher fique de olho nela enquanto vai tentar impedir que salvem o Klaus. De volta para Hayley, Freya e junto deles, Elijah, encontram o Klaus (finalmente), mas o local em que ele se encontra está com um feitiço brabo e Freya começa um para reverte-lo. Enquanto Freya faz o feitiço, Marcel chega e então Elijah tenta distrai-lo e os dois começam a lutar. De volta pro Vincent, ele procura o garotinho, e nisso algum tipo de tremor começa e Vincent fica tonto e cai, logo em seguida levanta-se e começa a andar em direção a uma parede, quando chega vê um desenho nela e fica levemente desesperado. De volta pro cemitério, Kol chega e salva Rebekah e os dois começam a lutar com umas pessoas ali e quando já acabam com todo mundo, vão atrás de Hayley, Elijah, Freya e Klaus. De volta na briga do Marcel e Elijah, Hayley chega para apartar a briga e diz para o Marcel “Hope precisa do pai”, Marcel caga pra ela. Enquanto isso Freya termina o feitiço e FINALMENTE Klaus está livre. Assim que libertam Klaus, todos correm, mas Marcel os acalça e continua soltando suas verdades pra família Mikaelson e termina com um “vão e não voltem nunca mais” (pesado em). O episódio volta-se brevemente para Vincent, onde o mesmo tenta ligar para Marcel e avisar que a cidade está em perigo. O episódio volta para a família Mikaelson, todos estão reunidos na casa de Hayley e o episódio termina com Klaus vendo (após cinco anos) e admirando a pequena Hope dormir. 

Se essa de resumão for aprovado por vocês, iremos fazer toda sexta-feira.

Até.

Updates Tonkin – NÃO REPRODUZA SEM OS CRÉDITOS.

“Haunter Of Ruins” (Assombração das Ruínas) é o nome do episódio 4×03 de The Originals que vai ao ar dia 31 de março, e a CW liberou a descrição oficial do mesmo. Confira a sinopse traduzida pela nossa equipe e em breve as stills serão divulgadas.

PAIS E FILHAS — Depois de cinco anos separados, Klaus tenta se reconectar com a sua filha, Hope (Summer Fontana). Enquanto pai e filha criam um laço, o resto da família ainda está em agitação. Elijah (Daniel Gillies) interrompe um conflito entre Hayley e Freya (Riley Voelkel) para determinar o melhor jeito de proteger a família. Enquanto isso, em Nova Orleans, Vincent (Yusef Gatewood) conta ao Marcel (Charles Michael Davis) segredos terríveis sobre sua ex esposa, Eva Sinclair, ao mesmo tempo que eles iniciam uma busca por uma bruxa misteriosa que planeja sacrificar um grupo de crianças inocentes – incluindo Hope Mikaelson. Jeff Hunt dirigiu o episódio escrito por Carina Adly Mackenzie e Declan de Barra (#403). Data original de lançamento 3/31/17.

FONTE: Spoiler TV | TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Updates Tonkin

Dia 8 de março, dia Internacional das Mulheres.

Essa data deve ser lembrada por todos, como mais que um dia em que nos dão flores, chocolates e nos dizem: “dia das mulheres é todo dia”. Ele deve ser lembrando como mais um dia de luta, como “todo dia é um dia de luta”.

Esperamos de coração que cada mensagem da Phoebe seja captada por vocês de uma forma importante. Somos fãs de uma mulher que procura sempre mostrar a importância do poder feminino, que devemos nos amar e que cada um tem sua beleza.

Somos fortes, nós podemos lutar, nós podemos nos amar, nós podemos nos divertir sem se preocupar com comentários alheios, sabem por que? PORQUE NÓS SOMOS DONAS DO NOSSO CORPO. 

Feliz dia Internacional das Mulheres,

Com amor,

UPDATES TONKIN. 

“Sem Quarter” é o título do segundo episódio de The Originals que vai ao ar dia 24 de março, e a CW liberou a descrição oficial do mesmo. Confira a sinopse traduzida pela nossa equipe e com sorte teremos algumas fotos em breve.

AGORA QUE NÓS ACORDAMOS — Depois de serem curados e acordados, os irmãos Mikaelson se juntam a Hayley (Phoebe Tonkin) para tentar resgatar Klaus (Joseph Morgan) do seu cativeiro – mesmo que eles tenham que encarar Marcel (Charles Michael Davis) no processo. Enquanto isso, os demônios de Klaus se materializam de jeitos inesperados enquanto ele sofre os efeitos da lâmina do Papa Tunde, e Vincent (Yusef Gatewood) investiga uma assombração que prova ser bem mais sinistra do que ele imaginou. Daniel Gillies também estrela. Bethany Rooney dirigiu o episódio escrito por Talicia Raggs e Michelle Paradise (#402). Data original do lançamento 3/24/2017.

FONTE: Spoiler TV | TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Updates Tonkin

Confira em nossa galeria os stills do episódio 4×01. “Gather Up The Killers” em HQ e sem tag!

   

Inicio > STILLS > The Originals > 4ª Temporada > 4.01 – “Gather Up The Killers”

A Harper’s BAZAAR liberou uma segunda parte da entrevista que foi feita com a Phoebe durante o Alfa Romeo Portsea Polo 2017. Confira:

A prova de que você pode tirar uma garota da Austrália, mas você não pode tirar a Austrália de uma garota.

Sendo uma das “it girls” mais enigmáticas de Hollywood, Phoebe Tonkin certamente leva uma vida que é meta para muitos. Melhor ainda? Enquanto os americanos tentam clama-lá como uma deles, ela é na verdade nascida e criada na Austrália.

EVOLUÇÃO DO ESTILO DE PHOEBE TONKIN

Com o “Austrália Day” quase chegando, a BAAZAR se sentou com Phoebe Tonkin no Alfa Romeo Portsea Polo para falar sobre a saudade de casa, seus designers locais favoritos e como é viver na América.

Entrevistadora: Como foi o seu verão na Austrália, você tem estado aqui por um bom tempo, certo?

Phoebe: Foi bom. Eu fiquei quase um mês nas praias do norte. Foi legal, eu consegui ver muitos familiares e amigos meus; faz anos que eu não fico tanto tempo aqui.

Entrevistadora: Qual a sua praia australiana favorita?

Phoebe: A praia de Balmoral, em Sydney.

PHOEBE TONKIN FALA SOBRE A VIDA NO SET, LIVROS E SOBRE MORAR NO ESTRANGEIRO.

Entrevistadora: Nos conte sobre as coisas da Austrália que você mais sente falta.

Phoebe: Eu definitivamente sinto falta dos meus amigos e da minha família. E é tão descontraído aqui; as pessoas daqui não se estressam facilmente. O que é tão bom e é algo que eu quero manter quando voltar, essa energia livre de estresse. É tão lindo aqui; é difícil se estressar por qualquer coisa.

Entrevistadora: Qual é a primeira coisa que você faz quando chega na Austrália e a última coisa que você faz quando vai embora?

Phoebe: É a mesma resposta para ambas as perguntas: eu nado. Eu tenho que estar cedo no aeroporto amanhã então eu vou acordar às seis da manhã para eu conseguir nadar, voltar para casa, tomar banho, arrumar as malas e então ir para o aeroporto. Eu sempre faço isso quando chego aqui também, vou nadar.

GLÓRIA DA MANHÃ: Phoebe Tonkin

Entrevistadora: Como é a sua rotina de exercícios?

Phoebe: Quer saber? Eu não malho muito; quer dizer, eu faço muitas caminhadas. Minha mãe, minha melhor amiga e a mãe da minha melhor amiga têm feito aeróbica aquática na piscina de North Sydney. Eu sou uns 30 anos mais nova que o resto das pessoas de lá mas é tão bom e é o melhor exercício. E é tão bonito lá porque você pode ver a Harbour Bridge. Eu acho que qualquer coisa na água é bom, nadar, aeróbica aquática, eu também gosto de pilates.

Entrevistadora: Quais são suas lojas de moda favoritas?

Phoebe: Eu amo a Matteau Swim, que tem sido tipo a minha segunda casa nesse verão, e a Bassike. Eu também sou uma grande fã da Isabelle Marant, Zara, H&M e da Topshop. Esses são definitivamente os tipos de marcas que mais me atraem.

E, assim, nós nos apaixonamos ainda mais pela senhorita Tonkin.


Fonte: Harper’s BAZAAR.
Tradução e Adaptação: Updates Tonkin – não reproduza sem os créditos.

 

Durante o evento Alfa Romeo Portsea Polo 2017, da marca de automóveis Alfa Romeo, Phoebe deu uma série de entrevistas. Uma das delas foi para a revista Harper’s BAZAAR! Nela Phoebe contou várias coisas sobre Atlanta, seus lugares favoritos, sua mudança para LA e mais.

Confira agora a entrevista para a Harper’s BAZAAR Austrália:

Prepara-se para se apaixonar ainda mais pela “it girl” da Austrália

As invejáveis habilidades de atuação e modelagem de Phoebe Tonkin renderam a ela o titulo de “it girl”. Quando ela não está ocupada filmando a série The Originals ou passeando com seu namorado Paul Wesley, Tonkin pode geralmente ser vista ao redor da cidade usando as tendencias da moda da próxima temporada enquanto exala um ar de garota bacana sem esforços.

BAZAAR se sentou com Tonkin em uma das tendas do Alfa Romeo Portsea Polo para conversar sobre sua vida, seu trabalho e algumas de suas coisas favoritas.

EVOLUÇÃO NO ESTILO DE PHOEBE TONKIN

Entrevistadora: Antes de tudo, parabéns pelo seu novo trabalho na Alfa Romeo, qual é a melhor parte de trabalhar com a marca?

Phoebe: Eu sentei em um dos carros deles no outro dia e foi animador. Eu disse “não me peça para dirigir essa coisa, não vai acabar bem” mas é um carro bonito.

Entrevistadora: Quais são as coisas que você está obcecada no momento?

Phoebe: Eu acabei de começar a ler os livros de um autor chamado A.M Holmes, e ele tem muitos livros, e eu baixei todos no meu iCloud. Eu também estou obcecada em tentar achar uma casa para comprar em Los Angeles. A cidade é bem diferente, eu amo Topanga, eu amo as barracas hippies, então eu estou meio obcecada com isso também. E com a Índia, eu continuo falando sobre isso.

Entrevistadora: Tem algum projeto em que você esteja trabalhando agora e possa compartilhar conosco?

Phoebe: Tem algumas coisas em que eu estou envolvida agora. E eu talvez volte para The Originals mas não vou saber até abril.

A MAIS BEM VESTIDA DA ALFA ROMEO PORTSEA POLO DE 2017

Entrevistadora: Nos fale um pouco sobre seus amigos e seus colegas de trabalho.

Phoebe: Todos nós vivemos no mesmo prédio. Tem 10 de nós que vivemos há cem metros de distância um do outro, é tão divertido. Nós somos todos meio preguiçosos, tem esse restaurante chamado Sotto. Sotto e nós vamos lá pelo menos três vezes por semana. Tipo, não tem nenhum outro restaurante em que nós comemos além daquele.

Entrevistadora: Você gosta de morar na América?

Phoebe: Sim, eu gosto! Eu gosto bastante de ficar em Atlanta, me sinto muito segura lá. É uma cidade bem pequena e é meio que uma bolha mas eu gosto mesmo de morar lá.

Entrevistadora: Então você está vivendo em Atlanta no momento?

Phoebe: Sim, eu estou morando em Atlanta mas estou me mudando para Los Angeles essa semana. porque nós terminamos de filmar a série no fim de 2016 e não sabemos se teremos que voltar até abril e se tivermos, será apenas em julho, então eu terei pelo menos seis meses.

Entrevistadora: Nos conte algo sobre Atlanta que nós talvez não saibamos?

Phoebe: Eu posso fazer qualquer um querer se mudar para Atlanta. A vida noturna da cidade é ótima, uma coisa meio subterrânea e quase como a de Melbourne e New York. Tem uns bares bem interessantes e festas bem bacanas que tocam músicas de hip-hop. Tem também alguns restaurantes Michelin que são incríveis. Atlanta é um dos meus lugares favoritos na América.

Entrevistadora: Qual a sua melhor dica para quem faz longos voos?

Phoebe: É uma que eu muitas vezes ignoro, mas não beber no avião. Triste, eu sei. É tão bom beber vinho enquanto você voa mas quando eu evito beber me sinto muito bem. E também beber bastante água, e eu quando chego sempre tomo um banho de sal Epsom. Eu apenas jogo bastante sal na banheira e fico lá dentro por uns 45 minutos e tento me livrar de todas as toxinas do avião.

GLÓRIA DA MANHÃ: PHOEBE TONKIN

Entrevistadora: Qual é o seu ritual matinal favorito?

Phoebe: Meu ritual matinal favorito é fazer café. Eu sou psicopata quando se trata dos meus cafés. Eu gosto de fazer um americano mas com tanta espuma e leite cozido no vapor como um cappuccino. Então é basicamente um grande, largo late com muito leite.

Entrevistadora: Então você toma o café americano, você pede no Starbucks o tamanho grande?

Phoebe: Com certeza!

Entrevistadora: Você mencionou a política americana, qual é a sua opinião sobre o resultado das eleições este ano?

Phoebe: Eu tenho quer ser cuidadosa mas, eu acho que o que eu aprendi foi que eu nunca pensei que eu tinha opiniões politicas ou sequer que eu tinha interesse em me educar no que está acontecendo com a politica dos outros países que não são o meu. Este ano eu realmente senti que eu encontrei uma voz, e eu encontrei meus amigos que têm vozes que eu não sabia que eles tinham. Amigos que eu costumava falar sobre férias e namorados, agora gastamos jantares falando sobre o que está acontecendo no mundo e é muito legal. Não são novos amigos, são apenas meus velhos amigos mas algo meio que acordou dentro da gente, essa paixão de aprender sobre coisas maiores.

Entrevistadora: Uma dica de maquiagem que você descobriu no set e vai levar para sempre com você?

Phoebe: Azeite de oliva é realmente bom em tirar maquiagem. Então, se você estiver em um hotel e esqueceu seus lenços para remover a maquiagem, peça pro hotel um pouco de azeite de oliva, use discos de algodão e isso vai remover até a maquiagem dos olhos.

VEJA O IMPONENTE ENSAIO FOTOGRÁFICO DE PHOEBE TONKIN PARA MATTEAU SWIM

Entrevistadora: Música favorita?

Phoebe: Mesmo que tenha sido lançado há 6 meses –  ‘Starboy’ do The Weekend. Eu estou obcecada por ela, todo mundo fica tipo “essa música já tem um ano”. eu ainda gosto mesmo assim.

Entrevistadora: Você não acha que uma das canções do álbum soa como Michael Jackson?

Phoebe: Sim! Eu fui para um show dele e pensei que ele tinha uma voz bem similar, ele é tão talentoso e ele tem esse tipo de voz aguda.

Entrevistadora: Restaurante favorito?

Phoebe: Sotto. Sotto. 

Entrevistadora: Bar favorito?

Phoebe: Krog Bar. 

Entrevistadora: Lugares secretos em LA que você ama visitar?

Phoebe: Eu sou uma verdadeira garota do Magic Castle (uma casa de shows de mágica). Eu sou um tipo de criatura de hábitos, há uma pequena padaria em Veneza chamado “Gjusta ‘que não é realmente segredo, todo mundo vai para lá. Há também um lugar chamado ‘Inn Of The Seventh Ray em Topanga’, que é perto de um pequeno riacho, tem coquetéis com energético e é bem alternativo, mas é um lugar lindo.

PHOEBE TONKIN X BRUXARIA

Entrevistadora: Você disse Castelo mágico? Nos fale um pouco mais sobre isso.

Phoebe: É realmente o lugar mais incrível. Então, você tem que conhecer um mágico para poder ir. Você tem que ter uma referência, é uma casa em Hollywood e eles fazem truques mágicos, tipo truques de mágica surpreendentes.

Entrevistadora: Como você conheceu um mágico?

Phoebe: Kat Graham de Vampire Diaries. Nós nem nos conhecíamos tão bem, mas alguém me disse que ela conhecia um mágico então eu mandei uma mensagem de texto pra ela do nada, “Escuta, você não me conhece mas eu preciso usar o seu contato mágico.”

Entrevistadora: Qual é o seu melhor truque de mágica?

Phoebe: Um mágico nunca revela seus segredos.


Fonte: Harper’s BAZAAR
Tradução e Adaptação: Updates Tonkin – Não reproduza sem os créditos.

Com o final de The Vampire Diaries próximo, a EW Entertainment decidiu fazer uma especie de “remember” e durante toda semana da última temporada, a EW está pedindo para alguns atores que já passaram pelo show lembrem suas memórias favoritas no set de TVD.

Essa semana, Phoebe Tonkin lembra a introdução de Hayley

“Eu sabia que ia fazer o spin-off de The Vampire Diaries  a partir do momento em que eu me inscrevi. Então, qualquer personagem que eu fosse fazer em Vampire Diaries iria estar no spin-off se acabássemos sendo capazes de lançar aquele piloto. Eu sabia disso. Ninguém mais sabia, então foi difícil guardar o segredo. Eu acho que todo mundo estava tipo, “Quem é essa garota australiana?” E eu estava tipo, “Eu prometo que vou ficar por um tempo”.

Foi um verdadeiro turbilhão, porque embora eu estivesse em Secret Circle, era no Canadá (a gravação de TVD) e então eu não tinha um visto até um dia antes de começar a gravar Vampire Diaries, então tudo o que eu realmente estava focada era ir para o Canadá, pegar o meu visto e voltar à tempo de filmar meu primeiro dia.

Meu primeiro dia foi com Michael Trevino e o Joseph Morgan, e, felizmente, eu conhecia muita gente do elenco – não me senti como se estivesse andando completamente em um novo ambiente, e todo mundo foi tão acolhedor. Minha primeira cena foi quando conhecemos a Hayley, e a segunda cena naquele dia foi com o Joseph, onde nós nos conhecemos pela primeira vez.

Em Vampire Diaries, em um dia, eles estavam gravando dois episódios, e na cena com o joe, ele estava sendo requisitado no outro set então minhas falas eram pra um dublê e não ao Joseph, porque ele precisava fazer alguma outra atividade imoral num cenário diferente. Então eu tinha um dublê muito doce lendo suas falas e eu tinha que fingir que era Joseph.

Eu definitivamente trabalhei principalmente com Joe e Michael. Eu fiz uma cena com o Paul (Wesley), eu obviamente fiz algumas com a Candice (King), eu fiz uma cena com a Nina (Dobrev), mas nenhuma com o Ian (Somerhalder). Eu gostaria de ter feito uma cena com o Ian e então eu teria gravado com a gangue inteira.

Haviam muitos dias fora na mansão bonita do Lockwood, onde eu e Candice e todos estavam lá. Aqueles eram sempre os dias mais divertidos para mim, porque esse grupo é uma família e eles têm uma dinâmica tão familiar. Foi divertido fazer parte disso.

Eu não sabia muito sobre a Hayley quando assinei. Eu sabia que ela era um pouco misteriosa, que ela tinha um passado um pouco sombrio. Eu não sabia muito sobre o que ela faria enquanto estivesse em Nova Orleans. Era tudo novo pra mim enquanto nós ganhávamos os scripts.

Me lembro que eu e o Joe eramos os únicos que sabiam do spin-off e ai nós começamos a escutar alguns rumores sobre um bebê. Nós realmente não tínhamos ideia de qual premissa o spin-off ia ter; nós apenas sabíamos que ia acontecer. E então eu me lembro de ouvir sobre a gravidez e fiquei tipo, “Bem, isso faz sentido porque Klaus e Hayley tiveram um ‘encontrinho’ romântico em uma mesa de jantar. Isso serve para esse propósito.”

É meio louco pensar há quanto tempo foi. Eu definitivamente lembro do piloto escondido de The Originals. Essa foi a primeira vez que eu comecei a trabalhar com Daniel Gillies e filmamos um pouco em Nova Orleans.

Eu lembro que a reação dos fãs sobre a Hayley não foi particularmente positiva. Eu estava essencialmente entre os dois casais favoritos dos fãs. TylerCaroline, e claro, KlausCaroline. E então quando a Hayley se uniu com o Klaus e ele matou toda aquelas pessoas em nome dela/para proteger ela os fãs foram definitivamente bem vocais (surtaram). Eu lembro que estava com muito medo sobre qual seria a reação para minha primeira aparição, mas eu definitivamente acho que com The Originals nós felizmente fomos capazes de explorar a personagem e suas razões para fazer certas coisas e tomar certas decisões.

Obviamente, meu tempo em The Vampire Diaries foi muito especial e foi uma grande plataforma de lançamento para os próximos quatro anos da minha vida. Eu sou muito, muito grata.

–  Foi dito para Samantha Highfill

Fonte: EW Entertainment
Tradução e Adaptação: Updates Tonkin – Não reproduza sem os créditos.

Graças a todo o apoio de vocês o Updates Tonkin vem crescendo bastante! Com isso, queremos sempre trazer o melhor conteúdo.

Quer fazer parte do Updates Tonkin?

Temos duas vagas abertas para Legender e uma para Gallery Manager.

PARA O INTERESSANDO NA VAGA DE LEGENDER:

“O que um legender faz?”

Ele é responsável por legendar os vídeos de entrevista da Phoebe.

Se tiver interesse nos chame na DM (@updatestonkin) com os seguintes dados:
1. Nome completo;
2. Idade;
3. link de algum vídeo que já tenha legendado. (caso nunca tenha legendado algum, iremos te enviar um vídeo curto para isso)


PARA O INTERESSADO NA VAGA DE GALLERY MANAGER

“O que um Gallery Manager faz?”

Ele é responsável por sempre deixar a galeria do site o mais atualizada possível. 

Se tiver interesse nos chame na DM (@updatestonkin) com os seguintes dados:
1. Nome completo;
2. Idade;
3. Faz parte de algum outro fã site? Se sim, qual?

Aos interessados: não fiquem com vergonha ou exitem em nos chamar na DM. O Updates Tonkin é só amor! 🙂